Esperança*



Quando me perdi em pensamentos.
Quando tudo que me importa, não tem valor.
Quando minha vida perdeu o sentido.
Meu teto desabou.
Minha vida era só dor.
Meu chão era de pregos.
Meu céu de martelos.
Meu amor era ódio.
Meu ódio era dor.
Sofri de amor.

Mais ainda havia luz.
Meu escuro não tinha trevas.
O escuro, só no meu peito.
Em meus olhos havia luz.
Esperança.
Minha vida de dor,
Encontrou um amor.
Tirou a dor.
Esperança.
Nunca perdi a esperança.
Que bom que te encontrei!

Klinger m.


6 comentários:

Karol disse...

Que lindo esse ameiii!!!
As vezes é mtu dificil nos perdoar,
aceitar um nova vida,
saber esperar, saber esperar de Deus!
A vida é mtu inconstante, os dias nos fazem indecisos...
O lance é saber esperar, tem que ter paciencia pra esperar!

Te espero pro meu casamento! hehe

Beijos klinger!

lipe miura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lipe miura disse...

hunm achei que era minha namorada
ashauhs

lipe miura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Klinger M. disse...

Mano pronto, espero que acabe nossos problemas.

llayra disse...

enfim encontro o suposto.veja este endereço mas fica na tua e deixa minha irma ok.
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=169195